quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Camisa oficial do futebol feminino do Galícia já está à venda

Foto: Murilo Gitel/Ascom


O torcedor Gabriel Santiago já garantiu a dele.
O Campeonato Baiano de Futebol Feminino 2008 só começa em novembro, mas o Galícia já se adiantou e lançou a camisa oficial da equipe comandada pela professora Rosana Vigas, na semana passada. Enquanto o clube busca oficializar um patrocínio para a categoria, o fardamento azulino conta com o nome da Associação dos Torcedores Amigos do Galícia (Atag). Por apenas R$ 50, você adquire este belo modelo e ainda ajuda o grandeiro.
As camisas oficiais do futebol feminino estão disponíveis à venda na sede da Atag, no Parque Santiago. Basta procurar pelo torcedor Wagner Piedade (gordo), em horário comercial.
Aproveite!

domingo, 28 de setembro de 2008

Galícia vence o Vitória no Parque Santiago

Uma mescla de atletas juniores e já profissionalizados de Galícia e Vitória se enfrentaram na manhã deste sábado, 27, no Parque Santiago, em partida amistosa. Superior em campo do início ao fim, o azulino, comandado pelo técnico Lula Mamão venceu o rubro-negro pelo placar de 2x0. Bruno Wágner, aos 11 da primeira etapa e Rafael Dias, aos 29 do segundo tempo fizeram os gols do granadeiro.
A base do Galícia que derrotou o “leão da Barra” disputará o Campeonato Baiano de Juniores, a partir de janeiro de 2009. Eles se reapresentarão no PST no dia 3 de novembro deste ano.
O Galícia derrotou o Vitória com a seguinte formação: Wesley; Rafael Dias, Ferreira, Klézio e Farinha; Ricardinho, Rafael Oliveira, Galego e Alan; Bruno Wágner e Diego Higino.
O zagueiro Diego Silva, o volante Espirro e os atacantes Jhullian e Denílson, todos lesionados, desfalcaram o azulino.

domingo, 14 de setembro de 2008

Juazeirense 4 x 1 Galícia (final): lance a lance

Foto: Murilo Gitel


Jogadores do Galícia chegam ao estádio Adauto Moraes, às 14h45 deste domingo, 14.

Boa tarde, torcedor azulino! Eu sou Murilo Gitel, assessor de imprensa do primeiro tricampeão da história do futebol baiano e estou a postos, na cabine de imprensa do estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, ao norte do estado, para transmitir Juazeirense x Galícia, lance a lance, a partir de agora!
Vamos confirmar os times?
Primeiro, uma informação: o volante Espirro fez um teste na manhã deste domingo e não acusou nenhuma lesão na virilha. Ele vai para o jogo! No Juazeirense, a surpresa é a ausência do centroavante Ciel Baiano, que fica como opção no banco de reservas.
Juazeirense: Dida, Toni, Júnior, Jarbas e Piau; Piu, Alan, Gama, Márcio Carioca e Weslei; Aílton. Técnico: Aroldo Moreira.
Galícia: Alan, Rafael Oliveira, Diego Silva, Klézio e Jovane; Nildo Fofão, Espirro, Marcos Neves e Darlei; Ermínio e Denílson. Técnico: Gelson Fogazzi.
Apita o jogo, o árbitro Manoel Nunes Lôpo Garrido.
Simultaneamente ao jogo de logo mais, estamos atentos a partida entre Madre de Deus x Camaçariense, que interessa também ao granadeiro.
Com uma vitória neste domingo, o Galícia assume a vice-liderança do Grupo 1, do Campeonato Baiano da Segunda Divisão. A depender do resultado de Madre de Deus, pode, inclusive, alcançar a liderança da chave e encaminhar a classificação para as semifinais.
As duas equipes estão nos vestiários e devem aparecer no gramado do Adauto Moraes a qualquer momento. O Juazeirense aqueceu no campo, enquanto que o Galícia se exercitou no vestiário. Temos pelo menos 35 graus nesta tarde. Faz um calor extrordinário! O público não ultrapassa o número de 400 torcedores, mas cresce bastante. De acordo com o que ouvi na cidade neste final de semana, os juazeirenses deverão assistir a Flamengo x São Paulo pelo Brasileirão. Para variar, aqui, o rubro-negro carioca tem uma imensa torcida...
Vem o Galícia! Aparece o azulino! Camisas azuis, calções azuis e meiões azuis! Respeitem este time, ele é cinco vezes campeão baiano!
Em campo também o dono da casa. O Juazeirense veste as cores da cidade, vermelha, verde e branca.
Vai começar o jogo!
Apita Manoel Lôpo Garrido. Começa Juazeirense e Galícia!
O Juazeirense vem pra cima. O lateral-esquerdo Piau faz bela jogada individual, chega na linha de fundo e cruza. Espirro, atento, afasta.
4' Cartão amarelo para Piau, do Juazeirense, por falta por trás em Darlei, no meio-campo.
6' Fofão cobra falta da intermediária, Ermínio desvia de cabeça e o goleiro Dida defende, com tranquilidade.
8' Gol do Juazeirense. Depois da cobrança de escanteio da esquerda, o zagueirão Jarbas se antecipa à defesa do Galícia e abre o placar em Juazeiro, após cabeceio certeiro.
Um minuto antes do gol, o Juazeirense por pouco não abriu o placar. Na cara do gol, Piau encobriu Alan, que saiu errado, mas Klézio, de maneira incrível se esticou todo e conseguiu tocar para o escanteio que originou o gol.
17' O Galícia já equilibra o jogo e domina as principais ações. O volante Espirro, os meias Darlei e Marcos Neves criam as principais jogadas.
18' Gol do Juazeirense. Novo vacilo da marcação galiciana, novo golpe para o azulino. Aílton invadiu a área com facilidade pela esquerda e chutou na saída de Alan. 2x0 Juazeirense.
19' Gol do Juazeirense. Incrível a bobeira do sistema defensivo do Galícia, completamente perdido. Na saída de bola, nova entrega para o adversário, Márcio Carioca invadiu a área com liberdade e chutou forte, rasteiro, sem chances para Alan. Começa a ficar impraticável a vida do Galícia no jogo. 3x0 em menos de 20 minutos.
22' Jhullian vai para o aquecimento.
24' Sai Darlei no Galícia. Entra Jhullian. Agora, o Galícia tem três atacantes.
30' Cartão amarelo para Márcio Carioca, do Juazeirense, por falta dura em cima de Marcos Neves.
31' UUUUUUUUUUUUUHHH! Quase o Galícia diminui. Denílson tabelou com Ermínio, recebeu na entrada da área e chutou em cima da zaga, na sobra, Jhullian soltou a bomba e a bola passou perto do gol defendido por Dida.
36' UHHHHH! Ermínio acerta um belo chute de fora da área, o goleiro Dida, batido, faz um golpe de vista, e a bola passa raspando o gol do Juazeirense.
37' Agora, o primeiro erro grave do árbitro Manoel Garrido. Espirro é chutado sem bola, por Weslei, no meio-campo. Distante do lance, ele não marca nada.
44' Sobe a placa do quarto árbitro: serão três minutos de acréscimo.
46' Milagre de Alan. Márcio Carioca cobra falta da direita, Weslei desvia na primeira trave e a bola cai no pé de Aílton, que perde um gol incrível na pequena área. A saída do goleiro do Galícia foi perfeita.
Apita o árbitro Manoel Lôpo Garrido. Começo de jornada complicada para o Galícia. Foram três gols em menos de 20 minutos. Com o calor extremo de Juazeiro, o jogo, naturalmente, caiu em rendimento. A tendência, é a de que o time reaja na etapa final, depois do puxão de orelhas do técnico Gelson Fogazzi, somado ao fato de que os atletas do azulino tem uma baixa faixa etária, o que justifica, em parte, a melhora da equipe nas etapas complementares da partida.
Vamos para o segundo tempo. O Juazeirense repete a formação do primeiro tempo. No Galícia, apenas a entrada de Jhullian, que ocorreu ainda na etapa inicial. O azulino trocou apenas de camisas. Por conta do calor, os jogadores voltaram com as camisetas brancas, com listras em azul.
Segundo tempo
1' Não! Impressionante o gol que Denílson perde. Jovane faz boa jogada pela esquerda, cruza, e a defesa do Juazeirense falha geral. Sem goleiro, o centroavante chuta fraco, recuando para Dida. Faltou acreditar no lance.
7'Ermínio faz boa jogada pelo lado direito de ataque, dribla Piu e cruza, mas Jarbas, bem colocado, afasta.
9' Rafael Oliveira arrisca de fora da área, de canhota, mas Dida, bem colocado, faz a defesa.
10' O Juazeirense tem um gol bem anulado pela arbitragem. Toni chutou de fora da área e a bola desviou em Aílton, enganando Alan, mas o atacante estava à frente de Klézio, último homem da defesa no momento do desvio.
Um abraço especial a família do Marcos Neves: Amanda, dona Bel e dona Litinha, acompanhando o lance a lance! Apesar do resultado ruim de até então, um abraço mais do que especial a todos os internautas que acompanham a transmissão em tempo real, seja no site do Galícia: http://www.galiciaec.com.br/, seja aqui no blog! Obrigado pela força!
16' O Galícia voltou melhor neste segundo tempo. Cria as melhores jogadas e tem o domínio da posse de bola, mas falta objetividade ofensiva.
19' Substituição no Galícia: Entra o meia Galego, sai o volante Espirro.
22' Substituição também no Juazeirense: entra Nenem, sai Márcio Carioca, que sentiu a coxa.
25' Marcos Neves arrisca de fora da área, mas a zaga juazeirensa intercepta e afasta o perigo para o gol do time mandante.
28' Última substituição no Galícia: sai o lateral Rafael Oliveira e entra Rafael Dias. No Juazeirense, Weslei dá lugar a Cristóvão.
32' Refletores ligados no Adauto Moraes. em Juazeiro, somente a bela visão da lua cheia sobre o Rio São Francisco consola estes 15 minutos finais de, por enquanto, Juazeirense 3x0 Galícia.
35' Gol do Juazeirense. Novamente a bola aérea... Piu cobrou escanteio pelo lado esquerdo de ataque, Jarbas, mais uma vez mostrou que é um zagueiro artilheiro, subiu mais do que a defesa galiciana e só cumprimentou Alan. O Juazeirense goleia o Galícia por 4x0 em Juazeiro.
38' Última troca na equipe local: entra o veterano Janílson, ex-Bahia e Galícia, sai Aílton.
40' GOOOOOOOOOOOOOOOOLLL do Galícia. Jhullian desconta. Ele recebeu lançamento preciso de Denílson, do meio-campo, invadiu a área e chutou forte, na saída de Dida.
43' Falta boa para o Galícia. Marcos Neves e Galego na bola.
44' A bola desvia na zaga. É escanteio.
48' Acaba o jogo em Juazeiro. 4 para o Juazeirense, 1 para o Galícia. Com o resultado, as chances de classificação do Galícia ir as semifinais ficam remotas, mas ainda há a possibilidade matemática, em caso de goleada sobre o Madre de Deus, no próximo domingo, 21, em Alagoinhas.
Muito obrigado pela companhia via lance a lance!
Até a próxima!

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Denílson e Jhullian: disputa por uma vaga no ataque

Sem o artilheiro do Campeonato Baiano da 2ª Divisão, Diego Higino, suspenso por conta do terceiro cartão amarelo, a dúvida do técnico Gelson Fogazzi para formar o ataque com Ermínio, no domingo, 14, contra o Juazeirense, em Juazeiro é uma só: o velocista Jhullian ou o oportunista Denílson?
Desde que voltou aos treinos no Parque Santiago, depois de lesão, há uma semana, Denílson tem atuado no time considerado titular. Foi assim no último sábado, 6, quando treinou incessantemente o trabalho de finalizações ao gol, ao lado de Ermínio. Contra o Madre de Deus, na estréia, Denílson entrou bem e deu novo ânimo ao setor, minutos antes do gol de empate assinalado por Diego Higino.
Vamos aguardar os treinamentos desta semana para encaminhar o time que começará em Juazeiro. A princípio, Jovane substitui Farinha na lateral-esquerda, também por motivo de suspensão. No ataque, a tendência mesmo é a de que Denílson faça dupla com Ermínio, com o habilidoso e veloz Jhullian ficando como opção para o decorrer da partida.
Em tempo - É verdade que o Juazeirense, lanterna do Grupo 1 do Acesso ainda não ganhou de ninguém. No entanto, também não foi derrotado uma única vez. Foram quatro empates em quatro jogos. No turno, empatou com o Galícia em Dias D'Ávila, gols de Ciel Baiano (J) e Marcondes (G), mas foi melhor que o azulino durante boa parte da partida.
É claro que o granadeiro está embalado pela vitória contra o Camaçariense, em Camaçari, sem contar que o time agora é bem diferente daquele que disputou os três primeiros jogos, mas é sempre bom estar precavido, afinal, o jogo é em Juazeiro e os experientes atacantes Haílton e Ciel Baiano costumam aproveitar as chances de gol que surgem nas partidas.

domingo, 31 de agosto de 2008

Camaçariense 2 x 4 Galícia (final)

Torcedor galiciano, por conta de problemas técnicos, devido a energia precária no estádio Armando Oliveira, iniciamos com atraso a transmissão lance a lance de Camaçariense x Galícia.
1º tempo
44m-GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLL do Galícia! Ermínio, depois de cruzamento perfeito de Farinha.
45- Gol do Camaçariense. Em posição de impedimento, Kleuber iguala no Armando Oliveira.
47 - Gol do Camaçariense... Depois de vacilo do sistema defensivo, o "Dragão do Pólo" amplia em Camaçari. É a virada que não contávamos...
Vai começar o segundo tempo no Armando Oliveira. O Galícia vem com uma alteração: o atacante Jhullian no lugar do meia Darlei. Agora são três atacantes.
2º tempo
Começa a etapa final: é tudo ou nada para o granadeiro.
1m - Escanteio para o Galícia! O lateral Farinha chuta contra Edy e ganha o córner.
3m - Flávio defende e faz a reposição.
5m - O Galícia pressiona o time da casa, mas o Camaçariense leva perigo nos contra-ataques.
7m - Substituição no Camaçariense: sai Robério, entra Jhonny.
8m - Cartão amarelo para Marcos Neves, do Galícia, por interceptar a jogada do Camaçariense com força excessiva, no meio de campo.
10m - Cartão vermelho para Robério, do Camaçariense. Ele já tinha amarelo e fez falta dura em Diego Higino. O Galícia agora tem um homem a mais.
12m - UUUUUUUUUUUUUUUHHHHH! Depois de escanteio cobrado por Marcos Neves, o zagueiro Klézio pega o rebote e solta a bomba, da entrada da área. A bola raspa o travessão.
13m - Escanteio para o azulino.
14m - UUUUUUUUUUUUUHHH! Incrível o gol que o Galícia desperdiça. Marcos Neves cobra escanteio, o goleiro Flávio sai do gol e dá um tapa na bola, mas o zagueiro Diego Silva cabeceia por cima.
15m - O Camaçariense responde. Valdir cobra escanteio e Aílton cabeceia com perigo, para fora.
17m - Espirro tenta lançamento para Ermínio, mas erra o passe.
19m - Absurdo! Pênalti claro de Bode em Jhullian, mas Jaílson não marca.
Sobre a penalidade não marcada: Ermínio tabelou com Jhullian, que invadiu a área e foi empurrado. Lamentável.
21m - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLL do Galícia! Diego Higino! Diego Silva fez belo passe para Ermínio, que entrou na área e deixou Diego Higino livre para completar para o gol! Tudo igual. Que jogo!
23m - Entra Galego no azulino, sai Rafael Oliveira.
28m - Farinha se desentende com Anderson, ambos se empurram, mas Jaílson de Macedo só expulsa o lateral do azulino... A torcida se revolta, mas não tem jeito. Agora, as duas equipes têm um homem a menos.
31m - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL! É do Galícia porra! Diego Higino! O gol procura ele, ele procura o gol! Ele é predestinado! Um passe primoroso de Ermínio deixa Diego na cara do gol, ele avança e na saída de Flávio chuta forte para o gol! 3x2 Galícia!
37m - Falta perigosa para o Camaçariense. Diego Silva leva o amarelo.
39m - Para fora. A bola passa por cima do gol de Alan.
42m - Valdir, do Camaçariense é expulso!
43m - Impressionante a atuação de Jaílson de Macedo. Ele acaba de não marcar o terceiro pênalti a favor do azulino. Ermínio foi derrubado na área, claramente.
46m - GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOllll!
Diego Higino! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!! Diego Higino! Galego faz jogada brilhante na linha de fundo e encontra Diego Higino, que só cumprimenta Flávio!
48m - Gelson Fogazzi é expulso...
49m - Acabou! Galícia 4x2! Vitória heróica dos meninos! Estamos vivos e com chances de chegar as semifinais!
Apesar da péssima arbitragem de Jaílson de Macedo, que não marcou três pênaltis e não anulou um gol impedido do Camaçariense, a vitória é nossa!

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Gelson Fogazzi é o novo técnico do Galícia



Quintino Barbosa não é mais o técnico do Galícia. Depois de três jogos e nenhuma vitória no comando do azulino, pelo Campeonato Baiano da Segunda Divisão, a direção do granadeiro optou pelo nome do gaúcho, radicado na Bahia, Gelson Fogazzi Rocha (foto). Ele assume o time na tarde desta terça-feira, 19, no Parque Santiago. Leia mais

domingo, 17 de agosto de 2008

Derrota em Alagoinhas

Foto: Murilo Gitel/Ascom - 17/8/2008


Jogando mais uma vez um futebol abaixo do esperado pelo torcedor, o Galícia acabou derrotado pelo Camaçariense, por 2x1, na tarde deste domingo, 17, no estádio Antônio Carneiro, em Alagoinhas. Marcondes contra e Kleuber marcaram os gols do dragão do pólo, embora o árbitro Gleidson de Oliveira tenha dado o tento para Anderson e Berg, de pênalti, descontou para o azulino aos 43 do final. Com o resultado, o granadeiro se mantém na lanterna do Grupo 1, com apenas um ponto ganho, mas como Madre de Deus X Juazeirense terminou empatado, a chave permanece embolada e o clube da capital ainda tem chances de classificação.
Agora, o Galícia retorna aos treinos na segunda-feira, 18, e terá duas semanas antes da estréia no returno do Acesso, novamente contra o Camaçariense, mas dessa vez no estádio Armando Oliveira, em Camaçari.
O Galícia atuou com Alan, Lelê (Ermínio), Ranieri, Marcondes e Mercinho; Fofão, Kempes, Galego (Marcos Neves) e Tony; Berg e Diego Higino (Jhullian).

Galícia enfrenta o Camaçariense visando reabilitação no Acesso

Sistema de transmissão virtual da partida, via lance a lance não estará disponível na tarde deste domingo, 17, por conta de problemas técnicos.
Galícia e Camaçariense, dois clubes e um objetivo comum: a primeira vitória no Campeonato Baiano da Segunda Divisão. O azulino enfrenta o dragão do pólo a partir das 15h, no estádio Antonio Carneiro, em Alagoinhas. A partida é válida pela terceira rodada do Grupo 1 do Acesso. Com uma derrota na estréia para o Madre de Deus e um empate em Dias D'Ávila com o Juazeirense, só o triunfo interessa para o granadeiro da capital, que terá mudanças em relação a última partida.
Na zaga, Ranieri estréia com a camisa do Galícia. Dessa forma, o volante Kempes volta a exercer a sua função no meio-campo. Outra novidade é a escalação do jovem meia Renan Galego, de 20 anos, no lugar do experiente Marcos Neves. Na frente, Berg estréia, fazendo companhia a Diego Higino no ataque. Ermínio fica a disposição no banco de reservas. O time comandado pelo técnico Quintino Barbosa passa a adotar a cidade de Alagoinhas neste domingo, depois de desistir de permanecer em Dias D'Ávila.
Já o Camaçariense vive uma realidade curiosa na competição: tem a melhor defesa, com nenhum gol sofrido até então, e o pior ataque, com nenhum gol marcado. O alvi-rubro do pólo deve entrar em campo com um sistema teoricamente defensivo, com três zagueiros, seis homens no meio campo e apenas um atacante.
Times prováveis:
Galícia - Alan, Lelê, Ranieri, Marcondes e Mercinho; Fofão, Kempes, Renan Galego e Tony; Berg e Diego Higino. Técnico: Barbosinha
Camaçariense - Flávio, Júnior, Edy e Robério; Bode, Jacó, Fernando, Tatico, Johny e Aílton; Kleuber. Técnico: Yonay da Luz.
Apita o jogo o árbitro Gleidson Santos de Oliveira.

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Campeonato Baiano: Categorias de base do Galícia recebem o Vitória neste sábado


Meia Fernando (foto) se recupera de lesão, mas integra elenco dos juvenis.
Começa neste sábado, 16, o Campeonato Baiano de futebol das categorias infantil e juvenil. A competição, organizada pela Federação Bahiana de Futebol (FBF) conta neste ano com 10 clubes inscritos. O Galícia estréia amanhã, contra o atual campeão Vitória (em ambas as categorias), no Parque Santiago. Às 13h30, os infantis se enfrentam, enquanto os juvenis duelam no jogo de fundo, a partir das 15h.
O técnico do time juvenil do azulino é o jovem Adriano Dantas, que comandou a equipe no Campeonato Baiano de 2007 e também já foi auxiliar do eterno ídolo Valtinho. Ele adianta o time provável para jogar contra o leão neste sábado: Saulo, Diego, Rafael, Da Silva e Lucas; Alan, Vinícius, Itaparica e Rodrigo; Índio e Felipe. Destaque do granadeiro na Copa 2 de Julho deste ano, o centroavante Valdinei, 17 anos, revelado na base do PST foi recentemente negociado com o rubro-negro e deve estrear contra seu clube formador.
Já o técnico do Infantil do Galícia, Esmeraldo Rodrigues irá confirmar a escalação da equipe momentos antes do jogo contra o Vitória.
Para a partida das 13h30 (infantis), o árbitro escalado é Emerson Andrade, auxilado por José Costa e Cléber Bomfim. Reginaldo Prata apita o clássico dos juvenis, com a assistência dos mesmos auxiliares da primeira partida da tarde.

Coletivo desta sexta-feira encaminha Galícia para enfrentar o Camaçariense

Foto: Murilo Gitel/Ascom - 15/8/2008

Os jogadores do Galícia fizeram um treinamento coletivo no Parque Santiago na manhã desta sexta-feira, 15, visando o jogo contra o Camaçariense, às 15h de domingo, 17, em Alagoinhas, pela 3ª rodada do Grupo 1 do Campeonato Baiano da Segunda Divisão 2008. O trabalho comandado pelo técnico Quintino Barbosa encaminhou a equipe do azulino que busca a primeira vitória na competição. O zagueiro Ranieri, recuperado de lesão muscular, treinou normalmente e deve estrear com a camisa do granadeiro.
O time de camisa vermelha atuou com Alan, Lelê, Ranieri, Marcondes e Mercinho; Fofão, Kempes, Renan Galego (Marcos Neves) e Tony; Berg e Diego Higino. Já o de colete verde formou com Osmar, Diego Silva, Vandcleison e Klézio; Bruno Wágner, Ricardinho, Darlei (Nildo), Espirro e Farinha; Ermínio e Denílson. O lateral-direito Rafael Oliveira intensificou o trabalho de recuperação na perna direita e estará a disposição de Barbosinha para o jogo de volta contra o Camaçariense, no começo do returno, em um pouco mais de duas semanas.
Foto: Murilo Gitel/Ascom - 15/8/2008
Veja a lista dos jogadores relacionados para Galícia x Camaçariense:
Goleiros: Alan e Osmar
Zagueiros: Marcondes, Ranieri e Diego Silva
Laterais: Lelê e Mercinho
Volantes: Fofão, Kempes e Espirro
Meias: Tony, Renan Galego, Marcos Neves e Nildo
Atacantes: Diego Higino, Berg, Ermínio, Jhullian e Denílson
A delegação do Galícia viaja para Alagoinhas às 12h de domingo, 17. A Assessoria de Comunicação embarca ainda no sábado, 16 para o município do interior baiano.
Neste sábado, o grupo de atletas profissionais realiza um treino recreativo e de finalizações a partir das 9h, no Parque Santiago.

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Galícia x Camaçariense: Viajo para Alagoinhas neste sábado

Foto: Portal Alagoinhas


O município também é conhecido como a "terra da laranja".
Preocupada em estreitar os laços do Galícia Esporte Clube com a sociedade local, por meio da imprensa, a Assessoria de Comunicação do azulino viaja para Alagoinhas neste sábado, 16, véspera do jogo contra o Camaçariense, válido pela terceira rodada do Grupo 1 do Campeonato Baiano da Segunda Divisão. A partida será realizada no estádio Antônio Carneiro, às 15h. Para o granadeiro da capital, que acaba de adotar a cidade do interior como casa na competição só a vitória interessa, depois da derrota para o Madre de Deus e o empate contra o Juazeirense.
Notícias referentes à Alagoinhas, ao estádio Carneirão e todos os bastidores do jogo decisivo você confere aqui no Blog, que ficará responsável pela transmissão do confronto em tempo real, através do sistema Lance-a-Lance, a partir das 14h45 de domingo.
Fique ligado!


FBF divulga arbitragem para Galícia X Camaçariense


A Federação Bahiana de Futebol (FBF) divulgou nesta quinta-feira, 14, o resultado do sorteio de escalas da arbitragem para a próxima rodada do Campeonato Baiano da Segunda Divisão. Gleidson Santos de Oliveira será o árbitro de Galícia x Camaçariense, partida válida pela terceira rodada do Grupo 1 da competição, marcada para às 15h de domingo, 17, no estádio Antônio Carneiro, em Alagoinhas. Ele será auxiliado por José Carlos Oliveira dos Santos e Antônio Fernando Santos Ribeiro.

Conheça mais sobre Alagoinhas, município onde o Galícia jogará no Campeonato Baiano da Segunda Divisão

Crédito da foto: Portal Alagoinhas

Por Gueu Mendes
Alagoinhas pertenceu a Vila de Inhambupe - ora a capitania de Sergipe, ora da Bahia - como distrito de seu município. A cidade em 1852, impulsionada por um sacerdote português - cujo nome não ficou conhecido, embora alguns pesquisadores afirmem ter se chamado João Augusto -, final do século XVIII, resolveu desmembrar-se, elevando-se a qualidade de município, pela província de nº 442, de 16 de Junho de 1852, instalada no dia 2 de julho do mesmo ano. A partir daí, registrou-se este dia como dia da comemoração do aniversário da cidade.
Ao longo de seus 154 anos, de todos os títulos para definir a história de Alagoinhas, o único que permaneceu foi o de “Terra da Laranja”. Isso porque, a cidade teve a laranja como um fator preponderante em seu desenvolvimento sócio-econômico.
O município que tem uma população de aproximadamente 138 mil habitantes recebeu este nome, por ter em suas margens os rios Sauípe, Catu, Subaúma e Quiricó, além de lagoas e córregos. A princípio, Lagoinha, lagoinhas, oficialmente Arraial e Vila de Alagoinhas, e por fim Alagoinhas.
Pioneira desde sua autonomia, em 1889, foi o primeiro município a aderir a república proclamada. Em seguida, 1856, incentivou a construção de uma ferrovia – A Estação Ferroviária de São Francisco – ligando Salvador – Alagoinhas, considerada até hoje como um dos seus principais investimentos.
A população do sexto maior município da Bahia, com 761 km, sofre pela falta de investimentos. Os migrantes atraídos pela cidade em seu período áureo, sejam para trabalhar na estação de ferro, seja na agricultura através da citricultura, na indústria do fumo, e outros elementos que proporcionaram um “boom” em seu período de crescimento econômico, hoje, se dedica a cidade que é mantida essencialmente pelo comércio.
Crédito da foto: Portal Futebol Baiano

Estádio Antônio Carneiro (Carneirão)

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Santiago baixou na Bahia


Por Ildásio Tavares*

Na minha infância e adolescência em Salvador, fui rodeado de galegos por todos os lados. O Campo da Pólvora,(onde mourejei na mais famosa turma da Bahia,} era limitado a leste pelo Bar Perez, de Horacio Corujeira e de Perfecto (um gentleman) e a oeste pelo Bar Meia Noite, ambos muito mais que um bar, um mini-supermercado.Havia um armazém ou bar de galego, praticamente, em cada esquina da Bahia, inclusive no cotovelo do Boulevard América, a bodega de Mendes, anos e anos a fio servindo a esta rua, (onde morei por uma eternidade), ao Boulevard Suíço, à Rua Pedro Américo, quase todos residindo em cima do bar, macete perfeito para custos de transporte.Mais tarde, eu freqüentaria o Centro Espanhol, na Av. Sete, (perto da ACBEU), graças à generosidade de uma imensa figura intelectual e humana, o saudoso Manuel Piñeiro Cal, jornalista de A Tarde. Clarindinho, amigo, bateu pra mim que ia a às festas do Centro Espanhol, que Piñeiro Cal o punha pra dentro. Aí me apresentou ao cidadão que passou a me botar ora dentro do clube, amizade que durou até sermos, os dois, docentes do Instituto de Letras. Ele pesquisava línguas antigas, centrado em sânscrito, no final. Eu teria outro príncipe galego na vida, outro Piñeiro, Julio César Alban, alugou o quinto andar do Ed. Bráulio Xavier para o IEC, curso de inglês que fundei.Mais uma vez comprovando a generosidade galega, Julio Cesar aceitou um aluguel barato, mais um percentual sobre o faturamento bruto, percentual este que ele levou anos sem receber. Nem cobrava, Vevero, nem se fala, é bem desse time,Meu médico, há 50 anos, desde formado,, examinando, receitando, operando, num atendimento de altíssimo nível,(é um dos melhores médicos do Brasil) sem me cobrar um tostão.Pudera. Salvador é uma cidade afrogalega. Eles, como os africanos, estão em toda parte. Por isso quando fui procurado internacionalmente pelo grande poeta galego Xosé Lois Garcia (que se interessou por minha obra ,me traduziu e me publicou na Espanha) eu lhe fiz ver que Salvador tinha a maior colônia galega do país, com forte presença em todos os setores econômicos, sociais, e intelectuais. Convidei-o a vir à Bahia e aqui Teresinha Cardoso deu uma festa pra ele, presentes Santiago Campo, José Lois e lideranças galegas que o levaram a um riquíssimo tour , Hospital Espanhol, Centro Espanhol, Caballeros de Santiago, Centro de Estudos Galegos da UFBA, deixando o bardo espanhol empolgado, e,querendo voltar.Voltou para proferir a conferência de abertura das festas de Santiago,promovidas pelos seus Caballeros que fez com muito brilho. Acompanhando-o, tive algumas das emoções mais fortes de minha vida. Santiago, na realidade é uma invenção ibérica que cria, até, um nome fictício, Tiago. De Sanctus Iacobus em latim, se vai até a corruptela de Jacó, Iago. O T vem de santo. Em inglês, Saint James. Em francês Saint Jacques.Será que existe um Santiago Wagner? Na bela festa de encerramento no Clube Rio Tea, me arrepiei todo com uma banda de gaita de foles que eu nem sabia que existia em Salvador.
*Ildásio Tavares nasceu na Fazenda São Carlos, hoje cidade de Gongogi, a 25 de Janeiro de 1940. Em 1962, já depois de um bacharel em Direito, licenciou-se em Letras. Estudou várias línguas e nunca abandonou a vida académica. Publicou artigos, contos, poemas, ensaios e romance, tendo também assinado diversas canções gravadas pelos mais ilustres intérpretes da chamada música popular brasileira.

Galícia treina no Parque Santiago para enfrentar o Camaçariense

Foto: Murilo Gitel/arquivo


Lateral-direito e meia, Rafael voltou aos treinos nesta quarta-feira.
Há quatro dias do jogo contra o Camaçariense, em partida válida pela terceira rodada do Grupo 1 do Campeonato Baiano de acesso, o técnico Quintino Barbosa comandou um treinamento coletivo na manhã desta quarta-feira, 13, no gramado do Parque Santiago. A boa notícia do dia foi o retorno do lateral-direito e meia Rafael Oliveira (foto), que se recupera há dois meses de uma lesão no joelho. O zagueiro Júnior, também terminou o processo de fisioterapias e correu em volta do campo. Recém contratado, o defensor Ranieri fez exercícios leves e tem boas chances de aparecer no time, no final de semana.
A equipe de camiseta branca atuou com Alan, Lelê, Marcondes, Kempes e Mercinho; Fofão, Espirro, Renan Galego e Tony; Berg e Diego Higino. Já o time de colete verde formou com Osmar, Vandcleison, Diego Silva, Klézio e Farinha; Ricardinho, Darlei e Marcos Neves; Denílson, Ermínio e Jhullian. O paraibano Renan Galego, de 20 anos foi um dos destaques do treino e agradou bastante à Barbosinha.
Nesta quinta-feira, 14, os treinos ocorrem em dois períodos: às 9h e às 15h45.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Alteração no mando de campo: Galícia jogará em Alagoinhas


Ao menos durante à fase de classificação do Campeonato Baiano da Segunda Divisão 2008, o Galícia irá atuar como mandante dos jogos no estádio Antonio Carneiro, na cidade de Alagoinhas, e não mais no Cajadão, em Dias D´Ávila. Nesta terça-feira, 12, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) divulgou no site oficial da instituição a RDT nº 38/08, que confirma a alteração dos horários e local das partidas restantes do azulino na primeira fase da competição.
Dessa forma, Galícia X Camaçariense permanece marcado para o domingo, 17, mas agora às 15, no Antonio Carneiro, em Alagoinhas. Já Galícia X Madre de Deus, ocorre no dia 21 de setembro, às 15h, no mesmo local.

FBF Divulga Tabelas do Campeonato Baiano Infantil e Juvenil, Galícia estréia contra o Vitória no Parque Santiago


Há menos de uma semana do início das competições, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) divulgou no site oficial da instituição o regulamento e a tabela do Campeonato Baiano das categorias infantil e juvenil 2008. A exemplo do que ocorreu em 2007, o Galícia estréia contra o Vitória - atual campeão em ambas as competições - no sábado, 16, no Parque Santiago. Às 13h30, jogam os infantis do azulino, comandados pelo técnico Esmeraldo Rodrigues. Às 15h, os juvenis se enfrentam. O treinador do time juvenil do granadeiro é Adriano Dantas.
No primeiro semestre deste ano, dois jogadores da base do Galícia foram revelados no Parque Santiago e negociados com a dupla Ba-Vi: o centroavante Valdinei, de 17 anos e o goleiro Hemilgton, de 16.
No último final de semana, os juvenis realizaram um amistoso no PST e golearam a Seleção de Itabuna pelo placar de 6x3.

sábado, 9 de agosto de 2008

Lance-a-lance: Galícia 1 X 1 Juazeirense (final)

A partir das 15h45 deste sábado, 9, direto do Estádio Municipal de Dias D'Ávila, você acompanha Galícia X Juazeirense, em tempo real, em partida válida pela segunda rodada do Grupo 1 do Campeonato Baiano de Acesso 2008!
Escalação do Galícia:
Alan, Lelê, Marcondes, Kempes e Mercinho; Espirro, Nildo Fofão, Nildo e Marcos Neves; Ermínio e Diego Higino. Técnico: Barbosinha
Escalação do Juazeirense:
Dida, Piau, Júnior, Márcio e Eduardo; Rincón, Nenén, Gama e Márcio Carioca; Cristiano e Ciel Baiano. Técnico: Aroldo Moreira.
Banco de reservas do Galícia:
Osmar, Diego Silva, Fabiano, Tony, Jhullian e Berg.
Banco de reservas do Juazeirense:
Milton, Evanílson, Jarbas, Fábio Santos, Jhonatan, Lázaro e Aílton.
Apita o jogo o árbitro Lúcio Araújo, auxiliado por Kléber Moradillo e Belmiro da Silva.
Boa tarde, torcenauta azulino! Eu sou Murilo Gitel, assessor de imprensa do Galícia e estarei transmitindo o jogo desta tarde em tempo real, a partir de agora!
O Galícia tem novidades em relação ao time da estréia. O esquema não é mais o 3-5-2 e sim o 4-4-2. O goleiro Alan, o zagueiro Marcondes e o meia Marcos Neves estréiam. O zagueiro Ranieri se recupera de lesão e só entrará em campo em oito dias, em partida contra o Camaçariense. O centroavante Diego Higino começa jogando, enquanto os experientes Tony e Berg começam no banco de reservas. A intenção de Barbosinha é explorar a alta média de idade do adversário (superior a 30 anos). No decorrer da partida, ele promove as entradas dos mais experientes.
O Galícia aqueceu no gramado do Cajadão, mas já está no vestiário. A novidade foi a camisa de treino na cor vermelha, uma bela alusão a Seleção Espanhola. Por falar nisso, outro momento de emoção está reservado para a entrada em campo: jovens da escolinha do granadeiro entrarão em campo com os jogadores, carregando as bandeiras da Espanha, do Brasil e do próprio Galícia.
Em campo as duas equipes. O Galícia joga com a tradicional camisa azul, calções brancos e meias azuis. O Juazeirense joga com camisa e calções vermelhos, e meias verdes.
Começa o jogo em Dias D'Ávila!
3' Ermínio recebe passe de Diego Higino e arrisca de fora da área, a bola bate no zagueiro e sai pela lateral.
6' O Galícia começa em cima! Mercinho cruza com veneno da esquerda, o goleiro Dida deixa escapar, mas consegue defender em dois tempos. Até agora, nenhuma bola chutada contra o gol de Alan.
8' Escanteio para o Juazeirense. Cristiano cobra, mas Kempes afasta de cabeça para longe da área.
12' O Juazeiro se encolhe com 10 jogadores no campo de defesa, mas sai em velocidade nos contra-ataques. A zaga do Galícia está jogando em linha.
14' Lelê faz boa jogada individual, envolve a defesa adversária e bate cruzado, de esquerda. Ermínio quase consegue o desvio, mas Dida defende.
17' UUUUUUUUUUUUUUUHHHH! Diego Higino, de fora da área solta uma bomba ente ao travessão do Juazeirense. Quase o Galícia abre o placar no Cajadão.
19' O Juazeirense responde, com cruzamento perigoso e rasteiro de Eduardo, mas Marcondes afasta de cabeça.
23' Bobeira de Nildo no meio campo, Cristiano rouba a bola e avança, em seguida, chuta da entrada da área, mas Alan, bem colocado, faz boa defesa.
26' UUUUUUHHH! O zagueiro Marcondes cobra falta na área do time de Juazeiro, Diego Higino alcança de cabeça e quase encobre o goleiro Dida. A bola sai pela linha de fundo.
30" Diego Higino faz grande jogada e deixa Lelê na cara do gol. O zagueiro Márcio salva, impedindo o gol do Galícia.
35' O Galícia tem o domínio do jogo, mas ainda falta o principal: o gol. Mercinho, pelo lado esquerdo, tem grande atuação até o momento.
38' Os jogadores do banco de reservas do Galícia estão no aquecimento na lateral do campo em Dias D'Ávila, sob a orientação do preparador físico Geraldo Lantyer.
40' Gol do Juazeirense. Depois de contra-ataque fulminante, quando três jogadores do time de Juazeiro enfrentaram três do Galícia, Márcio Carioca viu a entrada do centroavante Ciel Baiano, que chutou no canto, na saída de Alan. O azulino corre atrás do resultado no Cajadão.
44' O Galícia quase empata. Mercinho vai a linha de fundo e faz cruzamento perfeito para Ermínio, que cabeceia na pequena área, mas a bola passa por sobre o travessão do Juazeirense.
46' Termina o primeiro tempo no Cajadão, em Dias D'Ávila. O Galícia vai perdendo por 1x0 para o Juazeirense.
Segundo tempo
O Galícia tem uma substituição para a etapa final: entrou Tony, saiu Nildo.
Começou o segundo tempo!
1' UUUUUuuhhhh! Marcos Neves cobra escanteio e Marcondes cabeceia no travessão!
3' Diego Higino chuta com perigo, de fora da área e Dida faz boa defesa.
4' Cartão amarelo para Nildo Fofão, por falta em Márcio Carioca.
9' O Juazeirense é pressionado pelo Galícia e só joga nos contra-ataques. É cada bicuda para onde o nariz aponta...
12' O Galícia marca pouco no meio-campo. O atacante Cristiano, do Juazeirense, costuma se posicionar com liberdade nas costas dos laterais azulinos!
14' Entra Berg no Galícia, sai Ermínio.
16' Cartão amarelo para Marcondes, do Galícia, por falta dura em Márcio Carioca.
19' Falta boa para o Galícia. Tony irá alçá-la na área do adversário.
20' Piau afasta de cabeça para escanteio.
21' Depois do córner, a zaga do Juazeirense afasta.
22' Agora, aequipe visitante promove um verdadeiro cai-cai. Piau e Ciel Baiano caem no gramado, simultaneamente, e o jogo é interrompido...
23' Denílson entra no lugar de Marcos Neves. Agora o azulino tem três atacantes.
27' Tony chuta com perigo, de fora da área, o goleiro rebate, na sobra, Lelê é quem chuta, mas a bola vai para fora.
29' Cartão amarelo para o zagueiro Márcio, do Juazeirense.
32' Escanteio para o Galícia.
35' GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLL! É do Galícia!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Tony cobra escanteio, Marcondes sobe mais que todos na área, a bola beija o travessão, mas toca no fundo na rede! Empata o azulino no Cajadão! Pressão neles!
40' As duas equipes tentam liquidar a fatura. Falta organização nos dois times, mas sobram bolas alçadas às áreas.
44' O jogo se encaminha para o empate, mas ainda segue indefinido.
45' Denílson leva Piau para dentro da área e tenta cavar o pênalti, mas Lúcio Araújo não entra na onda do atacante azulino.
48' Falta para o Galícia. É a última chance para a virada!
49' No travessão!!!!!!!!! UUUUUUUUUHHHH! Inacreditável! Tony rola para Espirro, que domina e coloca com estilo, da entrada da área, a bola explode no travessão e cai na pequena área, mas faltou o pé final para chutar para o gol!
50' Termina o jogo no Cajadão!

domingo, 27 de julho de 2008

Lance-a-Lance: Madre de Deus 3 x 1 Galícia

Boa tarde, torcedor azulino! Eu sou Murilo Gitel, assessor de imprensa do Galícia e irei acompanhar todos os detalhes da estréia do nosso granadeiro no Acesso 2008.
Neste exato momento, os jogadores do Granadeiro aquecem no gramado do Estádio Municipal de Madre de Deus, sob a orientação de Geraldo Lantyer e Jorge Souza - preparadores físicos do clube.
No Galícia não há surpresas. O time já está confirmado desde ontem pelo técnico Barbosinha: Osmar; Diego Silva, Kempes e Mercinho; Lelê, Nildo Fofão, Espirro, Tony e Darlei; Jhullian e Ermínio.
Já o Madre de Deus está repleto de surpresas. O meia Jânio foi dispensado por conta de problemas cardíacos. Jamaica é reserva, bem como o lateral-direito Nilmar. O adversário do Galícia vai a campo com Tigre; Flávio, Silvio, Robinho e Osmar; Mantena, Germínio, Mica e Elton; Belo e Ricardinho. Técnico: Sales.
Vamos agora para os bancos de reservas. No Galícia, ficam a disposição o goleiro Wesley, o zagueiro Klézio, o lateral Farinha, o volante Ricardinho, o meia Nildo, os atacantes Diego Higino e Denílson.
Já no Madre de Deus, o time banco é formado pelo goleiro Boy, o lateral Nilmar, o zagueiro Paulo Ricardo, o volante Tite, o meia Melque, os atacantes Andrade e Jamaica.
Neste momento, os dois times já terminaram o aquecimento e estão nos vestiários aqui em Madre de Deus.
Entra em campo o Madre de Deus. O público decepciona levando-se em consideração a estréia do time da cidade no Baiano de Acesso. Faz uma tarde de belo sol, mas a impressão é que a população local preferiu a praia do município, que fica aqui pertinho.
Vem o Galícia: Camisas azuis, calções brancos e meias azuis. Cerca de 90 torcedores que vieram de Salvador aplaudem o único representante da capital no certame. No gramado, o primeiro tricampeão baiano!
Os membros da Associação dos Torcedores Amigos do Galícia (Atag) gritam os nomes dos escalados pelo técnico Barbosinha.
O Madre de Deus veste camisas amarelas e brancas, calções azuis e meiões brancos.
Apita o jogo o árbitro Aristeu das Mercês. O atraso de 5 minutos respeita o tempo de aquecimento solicitado pela preparação física das equipes.
A partida começará em alguns minutos.
Um abraço especial ao Beto Boullosa, acompanhando a partida em Barcelona, na Espanha. Acesse também o granadeirosazulinos.com
12 minutos de atraso em Madre de Deus. A informação dos colegas de imprensa é de que os policiais militares ainda não chegaram ao estádio... Falta policiamento. Detalhe: segundo o árbitro Aristeu das Mercês, o jogo só começa quando a PM chegar. E olhem que trata-se de uma exigência que é de conhecimento de todos...
Chegou a polícia. Vai começar!
Começa o jogo!
1' Tony recebe passe de Ermínio, da entrada da área e solta a bomba. A bola passa por cima do gol de Tigre.
O jogo começa aberto em Madre de Deus, ambas as equipes se estudam pouco e partem logo para o ataque.
2' Elton tenta o drible para cima do jovem Diego Silva, que o adesarma na bola, para delírio dos torcedores do Galícia.
5' Perigo!!! Flávio vai a linha de fundo e cruza. O goleiro Osmar se antecipa e faz boa defesa.
As principais jogadas da equipe da casa ocorrem pelo lado esquerdo, com o lateral Osmar e o atacante Ricardinho, que joga praticamente como um antigo ponta-esquerda.
10' Flávio faz falta em Tony, mas Aristeu não marca. No contra-ataque, o experiente Mantena tenta o passe, mas Diego Silva intercepta.
11' Lelê arrisca de fora da área. O goleiro tigre, do Madre de Deus, defende, bem colocado.
13'UUUUUHHHHH! Darlei cobra falta comperigo pelo lado direito de ataque, a bola passa por toda a extensão da área e quase engana Tigre, que salva o time da casa.
14' O Madre de Deus responde, com chute de Mica, da entrada da área. O jogo é lá e cá!
18' Belo lance individual de Jhullian na linha de fundo, ele dribla o veterano Sílvio (ex-Galícia) e passa a bola para Darlei, que cruza com veneno, buscando Lelê, que, por sua vez, não alcança.
20' Mantena cobra falta da intermediária, sem perigo para Osmar, que vê a bola se perder pela linha de fundo. A equipe da casa não se encontra, faz lançamentos diretos da defesa para o ataque e só consegue levar algum perigo pelo lado esquerdo de ataque.
23' Cartão amarelo - para Osmar, lateral do Madre de Deus, por falta por trás em Darlei.
25' Que 'partidaça' fazem o zagueiro Diego Silva e o ala Lelê: perfeitos sempre que solicitados.
Temos 30 minutos em Madre de Deus. De forma geral, a partida é fraca tecnicamente. Mas o Galícia vem conseguindo aplicar a proposta de segurar o ímpeto ofensivo da equipe da casa, tida como favorita ao título.
31' Boa falta para o Galícia. Jhullian fintou Osmar, que fez nova falta dura. Aristeu valorizou e deixou de expulsar o lateral do Madre de Deus.
33' Cartão amarelo - para o zagueiro Mercinho, do galícia, por demora ao devolver a bola, que era de posse do time da casa.
34' Gol do Madre de Deus. Ricardinho recebeu belo cruzamento de Germínio, da direita, ajeitou com carinho na entrada da área e chutou no cantinho de Osmar. A bola ainda tocou a trave antes de ir para a rede.
40' UUUUUUhhhhhh! Kempes quase empata, depois de falta cobrada por Darlei, desviada de cabeça na área pelo zagueiro do Galícia.
44' Elton chuta cruzado e Osmar faz boa defesa, tirando de soco.
45' Dois minutos de acréscimo.
45' Cartão amarelo - para o meia Elton, do Madre de Deus, por falta em Kempes.
Termina o primeiro tempo em Madre de Deus. O Galícia perde por 1x0, mas tem toda a segunda etapa para tentar reverter o resultado.
Começa o segundo tempo!
Duas substituições no Galícia: entraram Nildo e Diego Higino, saíram Darlei e Jhullian.
1' UUUUUUUhhh! Nildo Fofão acerta uma bomba de fora da área, Tigre espalma pela linha de fundo. É escanteio para o azulino.
2' A zaga do Madre de Deus afasta.
6' O Galícia cresce no segundo tempo. Diego Higino tabela com Lelê, que chuta cruzado. A bola passa perto do gol de Tigre.
8' O árbitro marca falta de Diego Silva em Belo. Boa chance na bola parada para o Madre de Deus.
9' Ricardinho cobra mal e a bola passa longe do gol do azulino.
10' A entrada de Nildo parece ter feito bem ao time, que toma conta do meio-campo e ataca mais.
11' Na trave!!!!!!! Ermínio, de cabeça, após cruzamento de Lelê. Na sobra, Diego Silva cabeceia, mas Tigre opera um milagre, fazendo grande defesa. Quase o Galícia empata!
12' GOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLL!!! É do Galícia!!!!!!!!!!!!!!!!! Diego Higino!
Sobre o gol: Tony alçou bola na área do Madre de Deus, os zagueiros Silvio e Osmar perderam o tempo da bola, que, desviada, fugiu do alcance de Tigre, mas não do atacante Diego Higino, que acreditou no lance e tocou para o gol. Empata o Granadeiro!
16' Milagre!!! Tite cabeceia com perigo, a queima roupa, mas o goleiro do Galícia, Osmar, espalma de mão trocada para a linha de fundo.
20' O Galícia domina o Madre de Deus, que faz três substituições: entram Tite, Nilmar e Jamaica; saem Germínio, Elton e Mica.
23' Bela jogada individual de Ermínio, que envolve dois marcadores e chuta de fora da área, para fora.
25' Gol do Madre de Deus. Nilmar cobra falta da esquerda e o zagueiro Silvio, bem colocado, cabeceia para colocar o time da casa na frente. Coisas do futebol... Num momento em que o Galícia tomava conta do jogo.
26' Três atacantes: Barbosinha saca o volante Espirro e promove a entrada do centroavante Denílson, que agora irá jogar ao lado de Ermínio e Diego Higino.
30' Cartão amarelo - para Mantena, volante do Madre de Deus, por falta em Diego Higino.
34' Depois de tanta correria dos times no início do segundo tempo, o jogo cai em produtividade.
36' O Galícia marca no campo do Madre de Deus, buscando o empate. O time da casa joga nos contra-ataques.
37' Gol do Madre de Deus. Em contra-ataque do Madre de Deus, Mantena conduz a bola, marcado a distância, avança, chuta da entrada da área e a bola vence Osmar. Apesar da superioridade do azulino no segundo tempo, a equipe da casa se mostra mais eficiente nas conclusões e chega ao terceiro gol.
42' Diego Higino faz bela jogada individual, vence dois marcadores e vai em direção a área, mas Tigre consegue chegar primeiro na bola.
44' O jogo vai se encaminhando para o final aqui em Madre de Deus. Na cabine de imprensa, os colegas das emissoras de rádio comentam que o resultado não é condizente com a partida que se desenrolou no segundo tempo.
49' Apita o árbitro Aristeu das Mercês. O Madre de Deus derrota o Galícia pelo placar de 3x1. Ricardinho (MD), Diego Higino, Silvio (MD) e Mantena fizeram os gols do jogo.
Se serve como alento, o azulino também começou com derrota no Campeonato Baiano de Acesso, em 2007, mas acabou chegando à final.
O granadeiro tenta a reabilitação no dia 10 de agosto, contra o Juazeirense, em Dias d'Ávila, em partida válida pela segunda rodada do Grupo 1 do Baiano de Acesso.
O Lance-a-Lance agradece a companhia dos torcenautas azulinos via internet. Da próxima vez, a novidade retornará no site oficial do clube: www.galiciaec.com.br
Um grande abraço!

sábado, 26 de julho de 2008

Grapiúna e Guanambi empatam na abertura do Acesso

Crédito da imagem: Portal Futebol Baiano


Acabou há poucos minutos o jogo de abertura do Campeonato Baiano da Segunda Divisão 2008. Em partida válida pelo grupo 2 do Acesso, Grapiúna e Guanambi ficaram no 0x0 na cidade de Itabuna. Neste domingo, 27, outras seis equipes estréiam na competição. Também pela segunda chave, Cruzeiro de Cruz das Almas e Serrano se enfrentam a partir das 15h. Já pelo grupo 1, Madre de Deus x Galícia jogam às 16h, mesmo horário de Camaçariense e Juazeirense. O Atlanta, de Jequié, folga nesta primeira rodada do certame.
O Blog do Galícia deve acompanhar o pontapé do azulino rumo ao título, através do Lance-a-Lance, direto de Madre de Deus, a partir das 15h45 deste domingo.

É proibido proibir

Madre de Deus e Galícia estréiam no Campeonato Baiano de Acesso, neste domingo, 27, às 16h.
O Madre de Deus tem um investimento mensal da prefeitura da cidade estimado em R$70 mil, valor considerado alto em se tratando de uma Segunda Divisão.
O Madre de Deus joga em casa, com o apoio da população local.
O Madre de Deus conta com jogadores rodados, como Mantena, Silvio, Jânio e Jamaica.
O elenco do Madre de Deus treina junto desde maio.
O Galícia é o clube mais tradicional da competição.
O Galícia tem atletas com experiência no futebol do Nordeste, mas que são desconhecidos em nível de Bahia.
O Galícia tem os dois últimos artilheiros do Acesso: Ermínio (2006) e Diego Higino (2007).
O Galícia tem os importantes desfalques de Rafael Oliveira, Marcos Neves, Renan Galego, Alan e Berg.
O Galícia treina há menos tempo que o adversário.
Inegavelmente, o Madre de Deus é favorito.
Mas o Galícia não está proibido de ganhar o jogo. Ou está?
Que a magia inexplicável da mística da camisa azulina não seja desprezada.
Veremos em Madre de Deus.

Madre de Deus x Galícia: Delegação Azulina

Jogadores
Goleiros: Osmar, Wesley e Alan
Zagueiros: Diego Silva, Kempes, Mercinho e Klézio
Alas: Lelê, Darlei, Fabiano e Farinha
Volantes: Nildo Fofão, Espirro e Ricardinho
Meias: Tony e Nildo
Atacantes: Ermínio, Jhullian, Diego Higino e Denílson
Obs: com a lesão de Berg, confirmada neste sábado, um novo nome deverá ainda ser relacionado, caso o técnico Barbosinha julgue necessário.
Obs 2: as posições dos atletas acima foram consideradas também de acordo com os improvisos.
Comissão Técnica
Técnico: Quintino Barbosa
Auxiliar técnico: Lula Mamão
Preparadores físicos: Geraldo Lantyer e Jorge Souza
Estagiário de fisioterapia: Emerson Silva
Preparadores de goleiros: Luciano Oliveira e Paulinho
Médico: Dr. Fernando Barreiro
Massoterapeuta: Beja
Mordomo: Inácio Coelho (Biriba)
Supervisor: Juracy Garrido
Diretoria
Presidente: Raimundo Nonato Reis
Vice de Futebol: Renato Santarém
Assessoria de imprensa e webmaster
Murilo Gitel

Marcos Neves, o "corujito'', reforça o Galícia para o Acesso


Natural de Alagoinhas-BA, o meia Marcos Neves, 25 anos teve passagens pelo Atlético-BA, Fluminense de Feira, Votoraty-SP e Galícia, neste último, em 2007, foi considerado um dos principais jogadores na campanha do Campeonato Baiano de Acesso, quando o azulino foi vice-campeão. Para a Segunda Divisão baiana, que tem início neste sábado, 26, o ''corujito'' chegou a ser preterido por clubes como o Madre de Deus e o Guanambi. Ele está recuperando a boa forma física no Parque Santiago e deverá estar a disposição do técnico Quintino Barbosa na segunda rodada da competição, dia 10 de agosto.

Madre de Deus x Galícia: Prováveis escalações

Madre de Deus
Melqui; Juninho, Melo, Sílvio (Ricardinho) e Robinho; Mantena, Osmar, Mica e Jânio (Flávio); Anderson Paraíba e Jamaica. Técnico: Sales
Galícia
Osmar; Diego Silva, Kempes e Mercinho; Lelê, Fofão, Espirro, Tony e Darlei; Jhullian e Ermínio. Técnico: Quintino Barbosa

Berg está fora da estréia do Galícia

Foto: Murilo Gitel/Ascom


O atacante Berg está fora da estréia do Galícia no Campeonato Baiano de Acesso, neste domingo, 27, às 16h, contra o Madre de Deus. Neste sábado, depois de exame realizado no Hospital Geral do Estado (HGE) ficou constatada uma luxação na costela do atleta, que ficará uma semana longe dos gramados. Ele estará a disposição do técnico Barbosinha na segunda rodada da competição, dia 10 de agosto. No treino da última sexta-feira, ele se lesionou depois de um choque com o zagueiro Ferreira.
Tido como um dos reforços mais promissores do Galícia para a disputa do Acesso, Berg é um dos artilheiros do futebol brasileiro em 2008, com 26 gols marcados em jogos oficiais em três competições distintas. Foram 12 gols na Copa Governador de Sergipe (Itabaiana), nove no Campeonato Paraibano (Queimadense) e cinco no Campeonato Potiguar (Corinthians), isso sem computar os amistosos. Jhullian deverá ser o substituto.

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Time ideal do Galícia deve estar em campo a partir da segunda rodada

Faltam dois dias para a estréia do Galícia no Campeonato Baiano da Segunda Divisão. No domingo, 27, começa a trajetória do azulino rumo à elite do futebol da Bahia. Nesta sexta-feira, 25, o técnico Quintino Barbosa conversou cerca de uma hora e meia com os jogadores, antes de comandar o treino no Parque Santiago. Na quarta-feira passada, logo depois do teste contra o Fluminense, em Feira, Barbosinha ressaltava a evolução tática e técnica da equipe em comparação com o amistoso do último final de semana, contra a Seleção de Coité.
No entanto, como alguns atletas não estão no ápice da forma física, somando-se a recuperação das lesões do goleiro Alan e do lateral/meia Rafael Oliveira, a tendência é a de que o time considerado ideal por Barbosinha só entre em campo a partir da segunda rodada da competição, dia 10 de agosto, contra o Juazeirense, em Dias d'Ávila. Isso porque as duas semanas de folga depois da estréia diante do Madre de Deus são consideradas essenciais para o entrosamento e recuperação física dos jogadores, que irão intensificar os treinos no Parque Santiago. É o caso do meia Marcos Neves, que embora tenha tido boa atuação contra o Fluminense, na quarta-feira, admitiu ainda não estar com 100% da condição física ideal. O goleiro Alan intensificou a fisioterapia no joelho e já treina com bola no PST. Ele deve ter condição de jogo no dia 10 de agosto.

Galícia na mídia: A Tarde publica reportagem sobre o Acesso

A dois dias do início do Campeonato Baiano de Acesso (Grapiúna xGuanambi se enfrentam no sábado), o caderno esportivo do jornal A Tarde publicou reportagem especial sobre a segunda divisão baiana, com destaque para o Galícia, único representante da capital na disputa por uma vaga à elite do futebol da Bahia em 2009. Sob o título "Uma Vaga Para Nove", a reportagem do jornalista Paulo Simões destaca, entre outros aspectos, a venda dos carnês de ingressos "Granadeiros Azulinos", com a promoção da camisa oficial dogranadeiro: "R$ 75 custa o carnê do Galícia para o torcedor assistir aos jogos em Dias d'Ávila, com direito a camisa do clube para os 90 primeiros compradores", escreve.
Já na foto de Luciano da Matta, o técnico Quintino Barbosa apresenta o grupo de jogadores do Galícia que irá para a disputa a partir de domingo. Na matéria "Azulino tenta demolir obstáculos do Acesso", inclusa na reportagem, Simões destaca a importância da Associação dos Torcedores Amigos do Galícia (Atag) para o clube, além de relembrar a história de glórias do Granadeiro da Cruz de Santiago, primeiro tricampeão da Bahia (41-42-43) e revelador de craques como Carlinhos, Washington e Oséas, entre outros tantos. A assessoria de comunicação, em nome do Galícia Esporte Clube agradece a visita do Grupo A Tarde, representado pelo repórter Paulo Simões e o repórter fotográfico Luciano da Matta, por conta do trabalho realizado por ambos no Parque Santiago, na última quarta-feira, 23, bem como pela atenção destinada ao azulino.
psimoes@grupoatarde.com.br

Acesso: FBF altera incoerência no regulamento


Nesta quinta-feira, 24, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) publicou no site oficial da instituição a notícia quanto a alteração de um ponto do regulamento, que havia criado uma polêmica, por conta de um possível favorecimento para os clubes do Grupo 2, classificados para às semifinais e finais da competição. Anteriormente, ficava definido que o número de pontos ganhos, seguido do número de vitórias, saldo de gols e número de gols marcados seriam os critérios de desempate para definir a equipe que ficaria com a vantagem de jogar a segunda partida como mandante, além de jogar por dois empates. Dessa forma, os times do Grupo 2 seriam privilegiados, pois jogarão mais vezes do que os do Grupo 1. Agora, o mando de campo do jogo de volta e a vantagem do empate na disputa serão definidos levando-se em conta "o percentual de aproveitamento com observância da proporcionalidade entre o nº de pontos ganhos divididos pelo nº de jogos realizados (média aritmética)".

Arbitragem para Madre de Deus x Galícia


A Federação Bahiana de Futebol (FBF) confirmou nesta quinta-feira, 24, no site oficial da instituição que o árbitro Aristeu das Mercês Ramos foi o sorteado para apitar Madre de Deus x Galícia, domingo, 27, às 16h, no Estádio Municipal de Madre de Deus, em partida válida pela 1ªrodada do Grupo 1 do Campeonato Baiano de Acesso. Ele será auxiliado por Antonio César Brasileiro e Jorge César Borges.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Amistoso: Galícia empata com a Antoniu's Assessoria Esportiva

Foto: Murilo Gitel/Ascom - 16/07-2008


Galícia jogou com a camisa branca, listrada em azul
Do lado do adversário, o destaque foi à presença do meia-atacante Alan Delon, ex-Vitória, Vasco da Gama e Ceará. Já o técnico do Galícia, Quintino Barbosa, aproveitou o amistoso desta quarta-feira (16), contra a Antoniu’s Assessoria Esportiva, no Parque Santiago, para observar a movimentação do grupo de jogadores que irá disputar o Campeonato Baiano de Acesso, a partir do dia 27. O jogo terminou empatado em 1x1.
Assim como já havia ocorrido na partida contra o Pumas, há uma semana, Barbosinha mandou a campo duas equipes distintas a cada tempo. Na primeira etapa, as novidades foram às estréias dos novos contratados Lelê, Mercinho, Kempes, Nildo Fofão, Ermínio e Berg com a camisa do Galícia. O goleiro Wesley, o zagueiro Diego Silva e o centroavante Diego Higino, todos oriundos da base, completaram o time. O azulino atuou num ousado esquema 3-4-3, com Wesley; Diego Silva, Mercinho e Kempes (líbero); Lelê, Nildo Fofão, Fábio e Farinha; Ermínio, Berg e Diego Higino.
Foto: Murilo Gitel/Ascom - 16/07/2008



Carregador de piano: Nildo Fofão atuou tanto como volante como terceiro zagueiro
Nos 45 finais de jogo, a equipe atuou num legítimo 3-5-2, com: Wesley; Klézio, Rafael Dias (líbero) e Mercinho; Fabiano, Espirro, Ricardinho (Nildo), Darlei e Jovane (Tony); Jhulian e Denílson. As novidades foram as estréias dos meias Nildo e Tony.
Gols – Apesar das boas chances criadas pelas duas equipes no primeiro tempo, as defesas se saíram melhor e o resultado foi o 0x0. Logo no segundo minuto da etapa final, a Antoniu’s saiu na frente depois de cobrança de falta de Alan Delon, desviada na grande área pelo atacante do adversário. A bola ainda bateu na trave antes de ir para a rede. O Galícia empatou aos 38m20, com Jhulian, cobrando pênalti assinalado pelo árbitro Clarivaldo Pessoa. O atacante Denílson fez belo lançamento para o ala Fabiano, que invadiu a área e foi derrubado pelo zagueiro.
Foto: Murilo Gitel/Ascom - 16/07/2008



Bola na rede: Barbosinha pediu para que Jhulian cobrasse o pênalti e a bola teve endereço certo.
No próximo domingo (20), o Galícia encara o Fluminense de Feira, no Jóia da Princesa, às 10h30. Será o último amistoso antes da estréia no Campeonato Baiano de Acesso, dia 27, em Madre de Deus, contra a equipe homônima.



















quarta-feira, 16 de julho de 2008

Goleiro Alan e meia Tony reforçam o azulino

Foto: Murilo Gitel/Ascom - 16/07/2008

Meia experiente tem técnica apurada e a qualidade no passe como característica
Antônio Robson da Silva, conhecido como Tony, nasceu em Mogeiro-PB e tem 32 anos de idade. Atuou em clubes como o Ituiutaba-MG, Itabaiana-SE e Queimadese-PB, e será um dos jogadores mais experientes do grupo galiciano. No futebol do exterior, o atleta paraibano jogou no Tigres, do México e no Schalke 04, da Alemanha. Ele deve ser o camisa 10 do técnico Barbosinha.
Foto: Murilo Gitel/Ascom - 16/07/2008

Goleirão Alan jogou no Galícia em 2001 e teve passagens de destaque no futebol de Sergipe





terça-feira, 15 de julho de 2008

Galícia treina nesta terça-feira visando amistosos; estréia no Baiano de Acesso ainda não tem data

Foto: Murilo Gitel/Ascom - 15/07/2008

Pelotão de atletas do azulino busca melhor forma física
Visando a preparação final para a disputa do Campeonato Baiano de Acesso, o Galícia faz dois amistosos antes da estréia na competição, ainda sem data e adversário definidos pela Federação Bahiana de Futebol (FBF). Nesta quarta-feira (16), o azulino recebe o time da Antoniu’s Assessoria Esportiva, às 15h, no Parque Santiago.
Foto: Murilo Gitel - Ascom - 15/07/2008
Durante o alongamento, os atletas foram orientados pelo técnico Barbosinha (à esq.) e pelo preparador físico Geraldo Lantyer.
Já no domingo (20), o time comandado pelo técnico Quintino Barbosa deve ir a Feira de Santana para enfrentar o Fluminense, às 10h30, no estádio Jóia da Princesa. Caso este segundo amistoso seja confirmado nas próximas horas, a delegação do granadeiro composta pela Comissão Técnica, jogadores e assessoria de imprensa deixará as dependências do PST às 7h30, em ônibus fretado.
Foto: Murilo Gitel - Ascom - 15/07/2008

Leia mais em: www.galiciaec.com.br

Meia Nildo é o novo reforço do Galícia para a disputa do Acesso

Foto: Murilo Gitel/Ascom - 15/07/2008


Ozenilde Manoel dos Santos, mais conhecido como Nildo é meia-atacante, paraibano, tem 29 anos e já defendeu as cores do Maranguape-CE, Picos-PB, Queimadense-PB e Itabaiana-SE. O jogador, de 1,67m e 65 kg, tem como principais características a velocidade e a qualidade no passe. “Desde o Itabaiana, nós tínhamos o objetivo de colocar o time na Copa do Brasil e esse objetivo foi alcançado. Agora, o ideal é colocar o Galícia na primeira divisão do Campeonato Baiano. Nós sabemos que é uma parada indigesta, porque apenas um clube sobe, mas com o trabalho sendo bem feito, a gente acredita que é possível”, afirmou o atleta, recém contratado.

sábado, 12 de julho de 2008

Berg chegou

Foto: Murilo Gitel/Ascom - 12/07/2008


O homem tem cara de brabo e faro de gol

O experiente centroavante paraibano chegou neste sábado ao Parque Santiago. Artilheiro por onde passou, ele foi o goleador da Copa Governador de Sergipe deste ano, com 12 gols marcados, atuando pelo Itabaiana-SE. No currículo, acumula passagens vitoriosas no futebol português e em boa parte da região Nordeste. Trata-se de mais uma daquelas "cobras criadas" essenciais para uma disputa tão difícil quanto a do Campeonato Baiano de Acesso que se aproxima. Já sentiu a brisa que sopra sem parar na capital dos baianos, vestiu o manto sagrado em azul e branco e foi para o treino, na tarde de hoje.

Irá somar a nomes como Jhulian, Diego Higino e Ermínio.

Uma boa notícia!

E o melhor de tudo é que outras virão nos próximos dias.

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Entrevista com Barbosinha, o novo técnico do Galícia

Foto: Murilo Gitel/Galícia Esporte Clube - 7/7/2008


O técnico Barbosinha (em pé), na apresentação que durou cerca de 15 minutos, na manhã desta segunda-feira, no Parque Santiago.
Quintino Barbosa de Novaes Neto, o Barbosinha, tem 43 anos e é baiano, natural da cidade de Palmeiras. O novo técnico do Galícia começou a relação com o clube aos 15 anos de idade, quando foi lançado profissionalmente no azulino pelo então técnico Aimoré Moreira. Descoberto pelo médico e ex-presidente do granadeiro Sandoval Guimarães, o jovem goleiro teve, ainda na adolescência, o início de uma trajetória vitoriosa no futebol. Em 2006, como treinador do Fluminense de Feira, conquistou o Nordestinho. Um ano depois, no comando do Itabaiana-SE, sagrou-se campeão da Copa Governador do Estado e, posteriormente, esteve no comando do Queimadense-PB, onde ergueu a taça do Acesso paraibano.
Na primeira divisão do estadual da Paraíba, colocou o time de Queimadas entre os quatro melhores da competição sem perder um único clássico. Já no primeiro semestre deste ano, de volta à Sergipe, foi determinante para a bela campanha do Itabaiana na Copa Governador do Estado, ao conquistar 26 pontos dos 30 possíveis na primeira fase, o que rendeu ao tricolor sergipano uma vaga na Copa do Brasil de 2009.
No início da tarde desta segunda-feira (7), Barbosinha concedeu entrevista exclusiva ao site oficial do Galícia. Antes disso, no período da manhã, foi apresentado pelo vice de futebol Renato Santarém ao grupo de jogadores, além de ter observado o treinamento coletivo comandado pelo auxiliar Luis Henrique (Lula Mamão).
Com a palavra, o comandante!

Site: Barbosa, tem um ditado popular que diz que “o bom filho a casa torna”, portanto, seja bem-vindo novamente! Como é esse reencontro para você?

Barbosinha: Esse reencontro é muito bom, deus está me abençoando com essa honra, e para mim, este clube tem uma importância muito grande na minha vida. Foi aqui que eu comecei a minha carreira como jogador e treinador. Agora eu volto já com uma boa experiência como treinador, com títulos conquistados e pronto para realizar este trabalho. Eu tenho a preocupação e a responsabilidade de fazer com que o time volte à primeira divisão, depois desses nove anos no acesso. A maior tristeza da minha vida foi à queda para a segunda divisão e eu fazia parte da comissão técnica, então será um grande orgulho ajudar o clube a retomar o devido lugar.

Site: Na apresentação, hoje pela manhã, você deixou claro que quem não tiver a dimensão da grandeza do Galícia não poderá jogar no time. O teu objetivo com essa afirmação é mexer com os brios do grupo de trabalho?

Barbosinha: Tem muito jogador que não conhece a história do Galícia. O Galícia, ao lado de Vitória, Bahia e Fluminense faz parte da nata do futebol baiano. O Galícia foi o primeiro clube da Bahia a excursionar à Europa, o primeiro tricampeão baiano, revelou jogadores do futebol atual, como Lenílson, Luís Alberto e outros como Washington, Oséas e por aí vai. Eu tenho a responsabilidade de mostrar essa grandeza aos jogadores. O Galícia voltando à primeira divisão é o objetivo, porque o clube é grande. Na primeira divisão, Galícia x Vitória é clássico, Galícia x Bahia é clássico, a história é outra.

Site: Barbosinha faltam 13 dias para a estréia do Galícia no Campeonato Baiano de Acesso. Como está o planejamento? Você deve ver o time ainda em alguns amistosos, indicar alguns jogadores...

Barbosinha: Nós vamos primeiro avaliar o grupo. Nós temos a dimensão das dificuldades quanto a jogar a primeira divisão, o histórico dos adversários, como eles estão se formando, quais as linhas de jogo, enfim. Estou ciente da necessidade de estruturar o grupo para ter os resultados em campo. O tempo é curto, mas ainda temos uma condição boa, uma comissão técnica competente com o Geraldo (Lantyer), o Lula (Mamão) o Luciano, o pessoal que nos auxilia, então vamos trabalhar para recolocar o time na primeira divisão.

Site: O professor Juracy Garrido trabalha com as categorias de base do Galícia desde dezembro. Você tem como característica um cuidado especial com as categorias de base? Deve dar oportunidade aos garotos de destaque ou a segunda divisão é um campeonato onde a experiência deve ser priorizada?

Barbosinha: Olha, o Lenílson, O Luís Alberto e o Rissut foram jogadores que eu revelei. Eu tenho em mim essa característica. Se tiver algum jogador novo que chame a atenção não haverá problema, afinal, eu fui lançado profissionalmente aqui no clube com 15 anos de idade, numa posição complicada como é a de goleiro. Então um jogador que foi lançado dessa forma ao time profissional não pode ter medo de colocar os garotos. Então tendo qualidade e passando pelas mãos de um profissional como o Juracy, certamente nós iremos observar.
Site: Você recentemente teve passagens vitoriosas no futebol da Paraíba e de Sergipe. Como foram essas experiências?

Barbosinha: Eu fui campeão pelo Fluminense depois de mais de trinta anos do clube sem títulos, o título mais importante que o clube tem, pois é o único interestadual, além de ter sido campeão também na Queimadense-PB e no Itabaiana-SE, então são três títulos em três estados diferentes. Fui campeão da segunda divisão de forma antecipada pela Queimadense, campeão da Copa Governador de Sergipe pelo Itabaiana e, em 2008, conseguimos ascender o clube à Copa do Brasil 2009, então foi um giro para o Nordeste que me enriqueceu muito. A Queimadense não está entre os chamados grandes times da Paraíba, mesmo assim ajudamos a colocá-la entre os quatro melhores do estadual sem perder nenhum clássico. Com o Itabaiana foi diferente, porque já é um grande de Sergipe, mesmo assim, com a ajuda de deus demos conta do recado, foram passagens vitoriosas. Agora vamos trabalhar sem chamar a atenção de ninguém. Vamos deixar os favoritos trabalhar, alargar e procurarmos o nosso espaço.

sábado, 7 de junho de 2008

Pós-jogos 2: faltou um gol

Foto: Murilo Gitel/Galícia Esporte Clube

Bolas alçadas à area foram constantes no jogo deste sábado. O gol de empate do Galícia saiu dessa forma.
Está certo que jogadores do nível de Diego Higino e Rafael Oliveira fazem falta a qualquer time. Lesionados, o centroavante e o lateral-direito, respectivamente, ficaram de fora do amistoso contra o Bahia, neste sábado, no Parque Santiago. No entanto, apesar dessas ausências, o Galícia jogou com personalidade contra o tricolor, concentrando o maior tempo da posse de bola, marcando no campo do adversário e buscando mais o gol. Até o último minuto da partida, quando Jovane teve liberdade para invadir a área e chutar para fora, desequilibrado, o azulino mereceu a virada, que não veio por detalhe, um verdadeiro capricho.
Os melhores momentos do adversário vieram nos chutes de fora da área, sobretudo nas cobranças de falta de Roberto, autor do primeiro gol do jogo, um indicativo de que o Galícia marcava bem, sempre com Ricardinho e o incansável Espirro nos combates. Farinha e Renan foram muito bem taticamente, correram muito, marcaram a saída de bola do Bahia, enfim, imprescindíveis. A dupla de zaga formada por Diego Silva e Ferreira esbanjou imposição física e segurança, além de levar perigo a defesa do rival nos escanteios. Individualmente, talvez apenas o lateral Daniel, o volante Rafael Dias e o atacante Denílson (dos titulares) não estivessem nos melhores dias. Coletivamente, a qualidade técnica do time apareceu e a equipe se doou muito.

Sobraram chances. Faltaram gols. Por diversas vezes, a impressão que dava era a de que o time queria entrar no gol adversário com bola e tudo, costurando demais as jogadas, sempre com muitos passes, poucas conclusões, pouca pontaria. Se os juvenis chutaram bastante de fora da área no primeiro jogo deste sábado, o time sub-20 não fez o mesmo. Talvez tenha pecado nesse aspecto.
Foto: Murilo Gitel/Galícia Esporte Clube